A+ A- Acessibilidade

Notícias

Cultura, desafios e inovações foram destaque no Encontro Cinemas em Rede


Representantes de nove salas de cinemas que integram o Projeto Cinemas em Rede participaram do encontro nacional, realizado no dia 26/8, em Brasília. O objetivo foi trocar experiências sobre boas práticas e desafios de manutenção de salas de cinema em instituições públicas, além de pensar no futuro e na sustentabilidade do projeto.

“A gente lida com realidades e situações bem diversas. Algumas instituições têm um cinema completo disponível, com equipamento 4K, cabine de projeção, isolamento. Já outras usam um auditório adaptado. Além disso, o Brasil tem um grande desafio de expansão de acesso à cultura nas cidades do interior. Precisamos ir para além dos grandes centros”, destacou o gerente de Relacionamento em Cultura da RNP, Álvaro Malaguti.

Os 16 participantes também conheceram o UHD Player, um exibidor de conteúdo digital portátil que permite a reprodução de vídeos em 4k, com áudio digital de altíssima qualidade. O aparelho será responsável pela redução de custos, facilidades de logísticas e maior simplicidade de instalação e manutenção nos processos de exibição de conteúdo audiovisual.

Outro destaque foi a apresentação dos resultados da Chamada de Qualificação do Cinemas em Rede, que contou com a participação de mais de 150 exibidores interessados. Desses, os municípios mais populosos tiveram maior representatividade na pesquisa, com 62% dos inscritos em municípios entre 100 mil habitantes e mais de 500 mil habitantes. Além disso, as regiões com maior número de cadastro foram Sudeste (49) e Nordeste (26).

O diretor-geral da RNP, Nelson Simões, participou do encontro e deixou uma missão para os participantes: “Quais desafios teríamos para disponibilizar uma rede de cinemas, do ponto de vista da inovação? A RNP é um ambiente de experimentação. Também somos um espaço de inovação e queremos o apoio de vocês para inovar na área da Cultura”.

Um dos integrantes da rede de cinemas apoiada pela RNP é o técnico audiovisual, Nilo Borges, do Cine UFG (Universidade Federal de Goiás). Ele participou desse e de outros encontros e fala um pouco sobre a importância da ação. “Considero o Cinemas em Rede a joia da nossa programação, sempre antenado com questões atuais, e o público precisa dessa curadoria mais apurada, principalmente dentro da universidade. Esse encontro presencial é essencial para conhecer as diferentes realidades, pensar soluções conjuntas – para todos e para cada um. A gente fica esperançoso para as coisas melhorarem. Queremos compartilhar mais conteúdo, ter mais atividades, mais opções de programação e trazer mais instituições para o projeto”, finalizou.